Desafios para aplicação da cultura de teste de software - Maximiliano Alves
undo
menu

Desafios para aplicação da cultura de teste de software

Dentre a curva de aprendizado em qualidade/teste de software, o que mais se tornou um desafio para mim, mas está sendo aplicado na prática é a cultura de testes dentro de um ambiente de desenvolvimento.

Há cerca de 2 anos eu iniciei meus estudos sobre teste de software, partindo da parte mais conceitual até a automatização. Atualmente, trabalhando na área consigo elencar alguns pontos que devem ser considerados na hora de implementar uma cultura de teste/qualidade de software.

1- Fases iniciais do projeto bem definidas

Um dos desafios grandes para manter a qualidade de um software é ter as fases iniciais definidas e documentadas, muitas vezes não são levados em conta o levantamento dos requisitos e algumas vezes são levantados poucos requisitos, logo já iniciando o desenvolvimento. Como consequência vamos ter falta de documentação ou documentação ineficiente, não estando claro as funcionalidades diminuindo a qualidade das implementações.

2- Visão da empresa/entidade sobre teste de software

 Muitas vezes em projetos nos deparamos com poucas horas de testes e em determinadas questões, a inexistência de um time de teste ou falta de efetivo para o time, o que torna comum um analista e/ou desenvolvedores realizar os testes. Sei que muitos já devem ter ouvido a frase, “mas não é só clicar? ”, claro que em partes temos que clicar, mas o teste tem que ser feito corretamente, com casos firmados e padronizados, muita vezes a falta de pensamento em automação de testes também contribui para falta de efetividade.

3- Falta de visão de qualidade de software

A principal visão sobre qualidade de software que levo é a de Sander em 1994: “Um produto de software apresenta qualidade dependendo do grau de satisfação das necessidades dos clientes sob todos os aspectos do produto”. A qualidade do produto está diretamente ligada a qualidade do processo de desenvolvimento, quanto melhor o processo, mais qualidade ele vai ter, assim também funciona nos testes, quanto mais definidos os casos e pontos testáveis, melhor será o teste executado.

4- Processo e ambientes

Criar, manter e compartilhar o processo de testes com toda a empresa. Realizar planejamentos, criar relatórios concisos sobre os testes. Em algumas empresas nos deparamos com a dificuldade de ter um ambiente sempre atualizado e com uma carga de dados considerável para realização dos testes. Num contexto mais ágil, hoje já trabalho com um time onde utilizamos o docker para subir os ambientes ou determinados servidores onde o próprio tester tem a aptidão para atualizar o ambiente com as alterações.

E o nosso principal desafio: ser cada vez melhor no que queremos fazer e nos objetivos que queremos alcançar, nos dedicar cada dia mais para fazer testes com mais qualidade.